5 MOTIVOS QUE TORNAM O LIVRO "A CABANA" UM GRANDE SUCESSO

Eu tenho uma teoria sobre os grandes clássicos da música, da arte, da literatura... enfim, das artes. As grandes obras nascem/aparecem primeiro nos menores lugares, até que no "boca a boca" ganham notoriedade. Nem sempre o que é lançado com toda pompa e circunstância são de fato obras primas. Recentemente posso citar o primeiro livro de Harry Potter e, claro, "A Cabana" de William P. Young.

Um clássico, Jônatas? Sim, um clássico da literatura cristã, assim como, "O peregrino" e "O céu é de verdade". 

"A Cabana" surgiu primeiramente numa editora muito pequena dos EUA e em pouco tempo se tornou um dos livros mais vendidos no mundo, alcançando a marca de mais de 10 milhões de cópias vendidas no mundo. Já faz 10 anos de sua publicação e o livro continua um sucesso indescritível. O que será que levou milhões de pessoas ao redor mundo a ler esta obra?

O livro é um relato  quase que inacreditável e surpreendente de um homem que em meio a uma dor advinda de uma tragédia recebe uma carta, aparentemente, de Deus. Depois de sua filha ser brutalmente assassinada, Mack é convidado a voltar a cabana onde o assassinato aconteceu. O que ele encontrará ali será um confronto consigo mesmo, com seu passado, e com suas percepções sobre a vida, religião, perdão, família e sobre o seu relacionamento com Deus.

Muitos podem considerar "A Cabana" um livro pretensioso. Outros consideram o livro uma heresia. E outros ainda se incomodam com a sua narrativa quase didática, algumas vezes. Mas, por que esse livro toca tanto as pessoas?

Minha intenção não é prover uma simples e rápida apreciação sobre o livro, mas sim compartilhar experiências. Compartilhar cinco motivos que fazem este livro ser tão impactante na vida de tantas pessoas.

1- É UM LIVRO DE PERGUNTAS EXISTENCIAIS

Créditos da imagem: Breeze Mendes
Ainda que extremamente metafórico, o livro é muito claro nas suas questões. Seus temas são bem explícitos, por isso considero ele didático muitas vezes. É uma obra que propõe perguntas, e as responde. Porém, a partir dessas respostas, novas e novas perguntas surgem e que não são respondidas.

Perguntar: "Por que Deus não interfere para acabar com a maldade?", "Por que coisas ruins acontecem a pessoas boas?", "Por que perdoar quem nos ofendeu e no feriu?", "Como funciona a trindade?"... São perguntas que não são fáceis de responder. E são complicadas de se confrontar. 

Um livro que propõe questões que todo mundo já fez algum dia na vida gera curiosidade, gera proximidade. Mack é quase um retrato do próprio leitor a descobrir aquele universo. 

2- "A CABANA" É UM CONVITE 

Créditos da imagem: Breeze Mendes
Você já foi convidado para uma festa por alguém que você não tinha intimidade? Ou já foi convidado por uma festa de alguém que você não vê a muito tempo? Como você se sentiu?

"A Cabana" é um convite para encontrar um alguém que talvez você nunca viu ou que em algum momento da sua vida deixaste de dar crédito. Esse convite, talvez, seja difícil pois nos tira de uma zona de conforto. A dor, o orgulho, até mesmo a felicidade no trabalho podem ser zonas de conforto que nos impedem de experimentar o que nascemos para ser.

3- O LIVRO É ACONCHEGANTE 

Sabe, aqueles livros que são convidativos, livros que com o passar do tempo você se sente em casa. Você se senta e não sente vontade de sair daquele lugar? Eu considero "A cabana" um desses livros. Todas as vezes que você volta pra ele é um sentimento de confronto e alegria. Talvez, esse sentimento toque tanto as pessoas que a única vontade que você sente assim que termina é fazer outras pessoas sentir os mesmos sentimentos que você.

4- A PRESENÇA DE DEUS COMO PERSONAGEM NO LIVRO

Pela sinopse oficial do livro essa informação é omitida. Você descobre isto ao longo da leitura, mas com o grande sucesso da história isto não é mais um spoiler, mas algo convidativo à obra.

Créditos da imagem: Breeze Mendes
A forma como Deus é apresentado na história é vibrante e instigante, gera discussão, perguntas e ao mesmo tempo consegue gerar um proximidade intensa. O que "A Cabana" faz é "humanizar", em certo aspecto, algo que parece inatingível. Para muitos cristãos céticos isso é uma heresia, mas não há  no livro, a meu ver, nada que fuja do que a própria Bíblia afirma e propaga.

Explicar a construção da trindade é algo que te prende. 

5- A HISTÓRIA DO LIVRO É LINDA

O último motivo que considero ser vital para o sucesso do livro é a sua história. Afinal, é um drama recheado de metáforas, de um mistério sutil, é divertido e instigante. Claro, não agrada a todos, mas para aqueles que se despirem do ceticismo e deixarem ser imersos na história alcançaram a visão do quão profunda ela pode ser.

É uma história quase cinematográfica, desde que seja retirado alguns extensos diálogos. E, por esse motivo, saber que este ano o filme seria lançado foi de uma alegria imensa. Acredito que através do filme a ideia geral do livro poderá alcançar maior abrangência.


CONCLUSÃO

"A Cabana" consegue ser ao mesmo tempo um grande entretenimento e um livro teórico. É um relato que poderia ser real e ao mesmo tempo que pode não ser real, não o torna mesmo verídico em seus ideais.

O livro perde um pouco o fôlego no final, pelo excesso de informação, contudo isto pode ser superado com o lindo desfecho que os espera. Se você nunca leu: Leia. Se já leu: Leia de novo. Se já leu: Passe a Adiante!

Por Jônatas Amaral


Gostou desses motivos? Ficou Curioso? Então compre o livro pelo link abaixo. Assim você ajuda o Alma Crítica com uma pequena comissão. 


Jônatas Amaral

Sou Jônatas Amaral, 22 anos. Paraense, Brasileiro. Formado em Letras - Língua Portuguesa. Um sonhador por natureza.

3 comentários:

  1. Acredita, que mesmo antes de eu saber da adaptação eu ja tinha o livro, Antes dele se tornar famoso! Mas infelizmente ainda não li!! Quero Muito ler e com esses motivos, quero mais ainda! Será uma das minhas próximas leituras!!

    http://infinitoparticulardoslivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi Jônatas!
    Sabe que eu nunca me interessei muito por esse livro? Mas ele parece abordar algumas questões interessantes. Adorei a expressão "o livro é aconchegante".
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Jônatas, tudo bem? Eu não li A cabana ainda mas depois que eu vi o trailer do filme eu fiquei muito curiosa. Na época do lançamento, anos atrás, eu não me sentia no clima pra ler, o que agora é completamente diferente. Adorei os motivos elencados.

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante
    Sorteio A guerra que salvou a minha vida

    ResponderExcluir