[RESENHA] "A BONECA FANTASMA" DE FERNANDO NERY

quinta-feira, novembro 10, 2016


Capa do livro
“A Boneca Fantasma” de Fernando Nery conta a história de Laura, uma estilista que trabalha em uma empresa especializada em fazer bonecas. Laura detém a atenção de grandes celebridades, contudo é por Merlin Navarro que um sentimento de paixão e obsessão se inicia. Esta paixão por Merlim, a partir do momento que deixa de ser correspondida, é transferida para a boneca da atriz que está sendo comercializada. Laura mantém uma relação emocional e sexual descontrolada pela boneca que a manipula.

Tudo nos leva a acreditar que esta obra nos guiará a algo tenebroso e assustador, ou algo próximo disso, já que o livro pertence ao
gênero terror/suspense. Contudo, decepciona nesse aspecto. Há uma tentativa de suspense gerada, mas é quase irrisório. O que é uma pena, pois acredito que o livro possui uma boa premissa.

Quando terminei de ler o livro uma questão ficou martelando na minha cabeça: O que vale mais? (1) Ser inovador no desfecho e ter uma história boa história mal desenvolvida. (2) ser mais tradicional e desenvolver de forma excelente a boa história? – A meu ver, a história se encaminha para a primeira opção.

O livro possui um plot interessante e um final com um argumento até explicável e coerente, admito. Contudo, esta é uma história que tinha mais potencial do que foi apresentado, em prol de um final que é coerente, mas não digo que é bom. Assumo que o autor poderia ter escolhido dar essa informação logo no inicio, e desenvolver a história de uma forma mais calma e com muito mais terror, suspense e, principalmente, profundidade. Profundidade. É o que falta a esta obra. Tudo é muito raso e estereotipado. 


A estrutura do livro varia entre a primeira e a terceira pessoa em capítulos intercalados, mas nem isso faz com que a protagonista tenha nossa torcida, pelo menos a minha ela não teve. Acredito que a boneca é o único elemento legal da narrativa, você acaba até (o que é estranho) gostando dela, afinal o resto é irrisório, não porque eles não tenham potencial, ao contrário, o problema é a falta de desenvolvimento deles na escrita. O final é uma desculpa bem dada, mas acaba impedindo a profundidade dessa história. 

Alguns considerariam o livro para adultos, até acho que o conteúdo favoreça, mas se for pelas questões sexuais não há nada demais, acho que a inserção do sexo é forçado, principalmente na relação de Laura com o namorado, parece que a única coisa relevante para eles dois é isto.

O epílogo é decerto dispensável, principalmente no que tange as respostas da perguntas. 

O livro é uma boa história, que pode empolgar se não esperar tanto dela. Contudo, é uma ideia boa e interessante que merecia mais profundidade. Fico triste em dizer que não gostei do livro e talvez a expectativa gerada pelo próprio livro tenha culpa nisso.


By Jônatas Amaral

Ficou Curioso? Quer conferir?  Então compre o livro pelo link abaixo. Assim você ajuda o Alma Crítica com uma pequena comissão. 

You Might Also Like

1 comentários

  1. Apesar de você não ter gostado por determinados motivos. É evidente que a protagonista não foi criada para ter torcida de ninguém. Quis criar uma história para que ninguém torcesse por ela. Esse é um fato proposital. Basta olhar para as características de Laura. Quem em sã consciência pode torcer para uma mulher como essa?
    A falta de profundidade é o que revela melhor as características da personagem. Como uma mulher desequlibrada poderia contar sua história de forma aprofundada?
    E se você descobriu quem é o narrador em 3ª pessoa, deveria entender o porque dele ser também raso em sua maneira de descrever os fatos.
    A Boneca Fantasma não é a história de Laura, mas é a história da forma como pessoas desequilibradas contam sua história. Essa obra é um mergulho na mente de pessoas com desequilíbrios psicológicos. Inclusive alguns estudantes de psicologia pegaram a obra para usar como fonte de estudo.
    Abraços.

    ResponderExcluir