[#MFFF2016] My French Film Festival 2016: Curta Metragens - Parte 1


Bonjour à tous!

A vida está continuamente mais corrida. Nunca li tanto e tão pouco ao mesmo tempo, porém um grata surpresa me anima e alegra, a qual me faz parar um tempo em meio a correria para acompanhar e apresentá-los.

O My French Film Festival 2016 é um festival de cinema francês online que tem o objetivo de oferecer até ao público mais exigente o melhor do cinema francês produzido no último ano. Com mostras de longas metragens, curtas-metragens e documentários, o festival conta com premiações de critica e público. O publico pode apreciar e deixar seus comentários e votos ao longo de um mês de exibição. O festival segue para a sua 6º edição e a cada vez está melhor. O Festival começou dia 18 de janeiro e vai até o dia 18 de fevereiro.

Faz três anos que conheço o festival, porém este é o primeiro ano que me propus a participar efetivamente dele, comentando, assistindo, compartilhando. Desta forma, ao longo das próximas duas semanas vocês poderão acompanhar aqui no blog e também nossa página no facebook, comentários rápidos, resenhas e posts especiais sobre o cinema francês. A participação de vocês é claro muito esperada, pois o principal intuito meu não é só comentar minhas impressões sobre o evento, mas também divulga-lo e tentar gerar em você caro leitor uma expectativa que lhe mova a participar do projeto e conhecer mais do cinema francês, como eu estou fazendo.

Saiba mais sobre o projeto no SITE OFICIAL #MFFF2016


Ao longo desta última semana que passou (25/01 a 30/01) eu apreciei 6 curtas metragens dos 10 em exibição. Decidi começar por eles por conta do que retratei no inicio deste post (vida corrida). E abaixo você irá conferir um comentário sobre cada um deles, com o link direto para o site do evento.

O Curtas-Metragens estão divididos em três categorias: "Animation", "Lost Generation" e "Women's Tales". Neste post falaremos sobre os curtas que compõem o tópico "Animation".





"Le Repas dominical" ( Almoço de Domingo) de Céline Devaux

Sinopse: É domingo. No almoço, James observa os membros da sua família. Eles lhe fazem perguntas sem ouvir suas respostas, lhe dão conselhos de coisas que eles mesmos não fazem, o acariciam e lhe dão bofetadas; mas é normal, é o almoço de domingo.

Comentário: O filme é tecnicamente muito bem feito, porém com toques de exagero. Um filme recheado, porém, de muitos bons momentos.
O tema geral da história e a vida de uma família comum, com seus preconceitos, brigas, conflitos que são evidenciados num almoço de domingo. É uma boa metáfora.
Contudo, não foi um filme que me tocou, talvez o seu exagero tenha me deixado desinteressado em alguns momento.. Mas, reconheço sua genialidade narrativa e técnica de animação que são muito boas.




"Dernière Porte au sud" ( Última Porta Sul) de Sacha Feiner
Sinopse: “O mundo está feito de andares conectados por escadas e formados por quartos ligados por cores". Esta é a visão de Toto, o amigo e segunda cabeça siamesa de um menino cuja mãe sempre o impediu de sair da mansão familiar. Entre descobertas de corredores intermináveis, educação particular e visitas ao mausoléu paterno, os irmãos nunca questionaram os limites desse mundo. Até que um dia, obcecados por uma estranha luz vista por acidente, eles juram encontrar o fim do mundo.

Comentário: O que posso dizer inicialmente sobre este filme é que ele deve assustar, ou em outra palavra, assustar por sua carga dramática. É uma parábola sobre o mundo fechado. A morte e o sacrificio para encontrarmos a luz nos leva a conto elegante e belo. 
Um filme que vale a pena a assistir. E que deve ser pensado.
Precisamos conhecer nosso mundo. Brilhante!



"H recherche F" (H procura F) de Marina Moskova.

Sinopse: Uma história de amor num mundo onde as pinturas se animam e ganham vida. André, um pintor em plena crise criativa, chega à seguinte conclusão: se lhe falta criatividade é porque ainda não encontrou sua musa. Um dia vê um anúncio de uma agência matrimonial e decide que é sua última chance de encontrar o amor e a inspiração.

Comentário: Uma obra de arte animada formando uma obra de arte. A animação do filme são lindas telas. É uma animação muito bonita, com uma história romântica e bonitinha, ainda que clichê. Eu já tinha observado o que iria acontecer bem rápido, contudo isto não tira a beleza de assistir e apreciá-lo. 


****************************************************

E então, gostou?

São Curtas Metragens bem feitos, que mostram resumem até bem a produção de animações francesas. Lembrando que ano passado tivemos uma amostra de um excelente filme de animação frânces nos cinemas que foi "O Pequeno Príncipe". Vale muito a pena se aventurar. Não perca tempo, acesse o site, faça seu cadastro e confira. Não vai se arrepender.

Hoje as 18hs, você poderá conferir a segunda parte deste post, com os comentários sobre os três curtas que compõem o eixo "Lost Generation". São curtas singulares e de uma capacidade de fazer pensar incrível. Não perca!

Espero que tenha gostado!

Confira a PARTE 2

Adieu, mon cher!
Por Jônatas Amaral

Jônatas Amaral

Sou Jônatas Amaral, 22 anos. Paraense, Brasileiro. Formado em Letras - Língua Portuguesa. Um sonhador por natureza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário