[PURA MAGIA DISNEY] “Peter Pan” (1953) #3

sexta-feira, agosto 15, 2014


Você quer voar? Peter Pan te ensina como.

Existe na história de James Barrie, o escritor da peça original intitulada “Peter Pan”, algo que é imortal. Um clássico que muitos nunca leram, mas de alguma forma o conhece, permanece vivo no coração de cada um.



O filme da Disney “Peter Pan” baseado nesta história é mais um elemento que faz com que esta lenda permanecer viva. Ali foram introduzida os principais fundamentos, as principais metáforas que nos ensinam a nunca deixar morrer a criança que há em nós, porém também é necessário crescer. Pois, esta jornada que é crescer, trará suas próprias aventuras. Trará principalmente o crocodilo que engoliu o despertador sempre a nos perseguir...

Quando Wendy e seus irmãos são convidados a ir a terra do nunca, ou a ilha encantada, eles são apresentados há um mundo de aventura, sonhos, diversão, mas também sentimentos desagradáveis. Mesmo em meio a todas as brincadeiras, algo faz falta. No filme, a figura da mãe é esta falta. Quando nos esquecemos dos pais, vem a independência fora de hora, falta um porto seguro, um amor.




Wendy e Peter Pan são opostos: um desistiu de crescer e tornou-se um símbolo da eterna infância, podemos perceber nas atitudes dele que é um garoto travesso, mas que tem atitudes, por vezes, de um adulto “responsável”. Porém, não entende que isto é vital. Wendy, por outro lado percebe que estar na hora de crescer, mas porque isso significa que devemos deixar totalmente a fantasia, a criatividade, o sonho de lado? A cena final é um exemplo disso.


O filme possui uma linguagem bem infantil. É como se estivéssemos na mente de uma criança brincando em seu quarto, imaginando estar dentro de um navio, nadando com as sereias, caçando índios, voando... Você percebe que toda a história é construída assim: “temos os meninos indo caçar os índios, mas enquanto isso Wendy está sendo atacada pelas sereias, mas então, de repente, tudo escurece e surge o Capitão Gancho...” entende? Quem nunca inventou histórias assim quando brincava. Voltamos a ser crianças.

A essência da obra de Barrie foi preservada, percebemos isto principalmente porque essa foi a primeira adaptação que não teve nenhum dos diálogos originais utilizados. O humor irônico e sagaz, inocente típico de uma criança está lá. O ciúme é um elemento retratado bem, algo que tem espaço na obra de James Barrie.



A trilha sonora de “Peter Pan” tem todo o toque Disney, tem uma emoção linda. Ela vem para dar todo o ambiente da trama, da brincadeira. A música dos piratas é super divertida, entramos no mundo deles. É divertido, como, mesmo o Capitão sendo mal, você não consegue odia-lo, afinal, em uma brincadeira as crianças sempre acabam perdoando seus personagens. A música e o roteiro dão todo esse ar divertido. O Tema de Peter é um clássico, baseado plenamente em flautas e instrumentos mais agudos. É uma obra prima musical. Uma das melhores trilhas sonoras da Disney.

“Peter Pan” foi e sempre será minha história favorita. Com ele eu aprendi a crescer da forma certa, pena que poucos se deixem encantar pela sua mensagem, poucos se permitam voar. Tenham pensamentos felizes, pois eles te levantam no ar.



*********************************************************************************
  • Filmografia

A adaptação dos estúdios Walt Disney fez muito sucesso, mas não fora o único a adaptar essa história de forma magistral. E também, não deixaram de contar a história do criador dela. Confira abaixo outros filmes que tivera a obra de James Barrie como base.

 "Em Busca da Terra do Nunca" (2004)
Sinope
J.M. Barrie (Johnny Depp) é um bem-sucedido autor de peças teatrais, que apesar da fama que possui está enfrentando problemas com seu trabalho mais recente, que não foi bem recebido pelo público. Em busca de inspiração para uma nova peça, Barrie a encontra ao fazer sua caminhada diária pelos jardins Kensington, em Londres. É lá que ele conhece a família Davies, formada por Sylvia (Kate Winslet), que enviuvou recentemente, e seus quatro filhos. Barrie logo se torna amigo da família, ensinando às crianças alguns truques e criando histórias fantásticas para eles, envolvendo castelos, reis, piratas, vaqueiros e naufrágios. Inspirado por esta convivência, Barrie cria seu trabalho de maior sucesso: Peter Pan.


O Filme foi indicado a 7 Oscars.
Saiba mais AQUI!
*********************************************************************************


"HOOK - A Volta do Capitão Gancho" (1991)

Sinopse
Aos quarenta anos Peter Banning (Robin Williams), que um dia já foi Peter Pan, é um homem tão envolvido com o trabalho que deixou de dar atenção à família e esqueceu a sua origem. Mas o Capitão Gancho (Dustin Hoffman) seqüestra seus filhos, obrigando-o a retornar a Terra do Nunca.


Dirigido por Steven Spielberg

Robin Williams interpretou Peter Pan aos 40 anos. Uma adaptação diferente e original. Vale a pena conferir.

Saiba mais AQUI!

*********************************************************************************
"PETER PAN" (2003)
Sinopse
Peter Pan (Jeremy Sumpter) é um garoto que nunca cresce e que vive na Terra do Nunca juntamente com os Garotos Perdidos e a fada Sininho. Num belo dia Peter Pan visita a casa dos Darling e convence Wendy (Rachel Hurt-Wood), John (Harry Newell) e Michael (Freddie Popplewell) a viajaram com ele para o lugar onde vive. Lá todos enfrentarão a ameaça do temível Capitão Gancho (Jason Isaacs).

Em uma opinião pessoal, consideramos esta uma das melhores adaptações da obra de James Barrie, inclusive mantém alguns tradições sempre realizadas, quando esta história é contada no teatro.

Saiba mais AQUI!


*********************************************************************************
  • CURIOSIDADES
* É o décimo-quarto longa-metragem de animação dos estúdios Disney e foi lançado nos cinemas em 5 de Fevereiro de 1953.

* Margaret Kelly, que na época tinha 22 anos, serviu como modelo para a definição do corpo da personagem Sininho. 

* A canção "The Second Star to the Right" foi originalmente escrita para Alice no País das Maravilhas (1951). Na época a canção se chamava "Beyond the Laughing Sky".

* O orçamento de Peter Pan foi de US$ 4 milhões, sendo que o filme arrecadou nos cinemas americanos US$ 87,4 milhões. O filme se tornou, segundo o site Box Office Mojo, a maior bilheteria do ano de 1953 arrecadando $87,404,651.


* A Diney produziu uma sequência uma sequência, lançada em 2002, intitulada "De volta a Terra do Nunca" e um nova série de filmes mas agora com foco na fada Sininho. Em breve a coluna irá falar de ambos os filmes, além da série completa "Tinker Bell".


* A versão Disney de PETER PAN foi a primeira a ter o personagem título ser interpretado por um menino – neste caso Bobby Driscoll, que fez a voz de Peter Pan. Até este filme, Peter Pan sempre era interpretado por uma jovem mulher.



* O animado da Disney marcou a primeira vez em que Sininho, Nana e o Crocodilo foram retratados fielmente à visão original de Barrie. No palco, Sininho não era nada mais do que um ponto de luz, Nana era interpretada um ator de verdade fantasiado, e o Crocodilo era representado por um tique-taque fora do palco. Aqui, Sininho pode ser vista como uma fada de verdade, Nana é um cão de verdade e o Crocodilo é um crocodilo verdadeiro que engoliu um relógio.



* Este foi o último dos três únicos filmes no quais todos os nove dos Nine Old Men trabalharam juntos. Os outros foram CINDERELA e ALICE NO PAÍS DAS MARAVILHAS.

Por Jônatas Amaral

Créditos:  Adoro Cinema, Google Images Disney Brasil .

Agradecimentos à:
Walt Disney e o seu estúdio e ao criador dessa história
e persongens, James Barrie 


You Might Also Like

2 comentários

  1. Adoro Peter Pan!
    Acho incrível essa ideia de nunca crescer. rs
    Amei seu texto, as curiosidades, tudo!^^
    Beijo

    http://canastraliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Daniela!
      Sou um grande fã da história criada por James Barrie, acho que quando ele criou a ideia de nunca crescer, ele fez um dos melhores ensinamentos, nos fez vê coisas que até já sabiamos, mas não damos a minima importancia, principalmente quando crescemos.

      Fico feliz que tenha gostado!

      Volte Sempre!!

      Excluir