A canção que soa e consola o coração aflito.


Há alguns anos atrás minha vida foi impactada por muitas canções e ainda continua sendo. Composições que levam o nome de Louvor, àquele único e digno dele. Porém, também, trouxe e trazem ao meu coração força, certezas, firmeza.

Aos meus 15 anos, na festa que comemorou estes 15 anos, cantei uma canção chamada "Eis-me aqui". Esta canção soou ao meu ouvido várias vezes desde então, como ela soa agora enquanto escrevo essas palavras. Ela é uma oração que eu nunca canso de fazer e também não se deixa esquecer. Foi um proposito firmado cantar esta canção. Tanto é, que as vezes no silêncio turbulento do deserto ela vem aos meus ouvidos.
Hoje, uma frase desta canção, de impeto quando decidi escutá-la novamente veio aos meus ouvidos.

"E toda vez que eu chorar ou quiser desanimar o teu espirito me consolará. Se é na fraqueza do meu ser que manisfesta teu poder, Eis-me aqui." (Diante do Trono)
As lutas fazem parte da nossa vida. Os desertos são elementos importantes para, enfim, crescermos. Quem não passa por desertos, não vive ou está puramente mentindo. No mundo temos aflições. E muitas vezes nos sentimos fracos diante delas, diante dos desertos quentes, áridos, frios... Mas, aprendi com outra canção, que existe um tesouro no deserto. Você passa por desertos. Eles passam. Como você chega ao fim dele é que é a questão.


Quando passamos por problemas nossa primeira reação é pensar que não conseguiremos, porém existe alguém olhando por nós que diz, "eu te capacito", "guerreio suas guerras", "Eu vou na sua frente". Esse alguém é Deus. 

Quando passamos por problemas temos vontade de chorar, nos sentimos vazios. Mas existe um alguém que não nos deixa só. Que tem um propósito na nossa vida. Sabe do que precisamos. Devemos pedir, Ele ouve e atende. Mas, mesmo que não peçamos por falta de força, Ele envia alguém para te levantar. Dizer: "- não chore mais". Eu já vivi isso, acredite. As vezes Deus enviou uma canção, outras vezes um amigo, amigo daquele de verdade, que não se importa de passar algumas horas sem comer, mesmo cansado, para dedicar um momento à você. Eu cresço. Você cresce. Bençãos e problemas nos fazem crescer.

Talvez, o dia hoje não esteja sendo fácil. Hoje, tem sido aqueles dias que denominamos de um "dia ruim". E quem disse que só por isso ele não merece ser vivido. "No dia mal, eu quero proclamar: Confio no amor do Senhor que nunca mudará, nem mesmo a morte pode nos separa do teu cuidado e proteção. Mesmo quando não o vemos, sei que a mão dele me guiará".

Aprendi o que é ter fé. Fé não é um sentimento, é uma certeza. Fé é acreditar. A Fé verdadeira se vive não se pega. Hoje tinha tudo para pensar em más noticias, mas simplesmente lembrei do que já foi ministrado em meu coração: "Não temerei más noticias, pois mesmo que eu ande no vale da sombra da morte, não temerei mal algum".

Quando meu coração está aflito, está na angústia, o Espirito de Deus vem e me consola. Ele é o nosso consolador. Ele é a Canção do Amor que soa na terra. Ele me lembra que mesmo que eu falasse a língua dos homens. Ainda que eu falasse a lingua dos anjos, sem amor eu não seria nada. Sem o Amor eu não seria nada. Que as canções de Deus soe nos meus ouvidos e nos seus. Ele diz. Ele fala. Ele nunca esquece de dizer: "Eu te amo. Aguenta Firme".

Para Você.
Jônatas Amaral


Jônatas Amaral

Sou Jônatas Amaral, 22 anos. Paraense, Brasileiro. Formado em Letras - Língua Portuguesa. Um sonhador por natureza.

2 comentários:

  1. Uuau que coisa mais linda! Muito tocante e delicado Jônatas. Parabéns!

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado!
      Fico feliz que ele possa ter despertado essas emoções em você.

      Excluir