Cirque Du Soleil: Outros Mundos – Um Encontro de Todas as Artes.



A arte encanta a cada um de uma forma diferente. Ela Transpassa a barreira do simples lógico.

Uma música pode causar raiva a alguns, prazer a outros, emoção ao mais insensível.

A Dança faz dos gestos, sentimentos.

A Pintura é criatividade pura.

O filme é o lugar onde podemos navegar por mundos conhecidos e desconhecidos, sabendo que sempre vamos encontrar sentimentos guardados em algum minuto de exibição.

O teatro é o palco da vida, nele as pessoas se libertam, encantam, transcendem...

E não se pode esquecer a Arte do Circo, uma das mais belas. Lá que você dar a melhor gargalhada, sente o medo, ver superação, paixão...

Juntando todas essas artes e muitas outras chegamos ao filme – espetáculo – Cirque Du Soleil: Outros mundos; escrito e dirigido por Andrew Adamson, com produção executiva de James Cameron.

É um espetáculo que veio do picadeiro direto para as telas do cinema de uma forma magnífica e com a tecnologia 3D.

A história é simples: acompanhamos um jovem casal ( Vividos por Igor Zaripov e Erica Linz ) enfrentando uma jornada pelos mundos fantasiosos e espetaculares, criados pelo Cirque Du Soleil, para se reencontrarem. Simples, porém quem disse que coisas simples não pode ser um espetáculo?

A plateia é premiada com lindas e incríveis acrobacias, coreografias de tira o fôlego, atuações emocionantes, tudo com a tecnologia 3D, muito bem aplicada, dando uma sensação de pular, dançar, nadar com os artistas.


O Cirque Du Soleil sempre surpreende pela sua beleza, técnica e criatividade, e mais uma vez mostrou porque é um dos melhores circos do mundo.


Uma experiência de encontrar todas as artes em um único momento, viver sensações maravilhosas, se encantar com a beleza do amor, ver o frescor da juventude, tudo isso é apreciar os Cirque Du Soleil: Outros Mundos.

Confira o Trailer:


Por Jônatas Amaral

Jônatas Amaral

Sou Jônatas Amaral, 22 anos. Paraense, Brasileiro. Formado em Letras - Língua Portuguesa. Um sonhador por natureza.

Um comentário:

  1. Jônatas fique com muita vontade de assisti-lo. Percebi logo a iluminação belíssima dos cartazes e vendo o trailer fique arrepiado. Incrível!
    Ótima resenha!

    ResponderExcluir