Está mais que na hora...

domingo, junho 23, 2013


No inicio, como foi belo ver as pessoas deixando o conforto de suas casas e reivindicar seus direitos como cidadãos. Eram R$ 0,20 e se tornou centenas de motivos.

Bandeiras e cartazes içados contra a corrupção, investimento na saúde, educação, transporte, PEC, Respeito, Clareza nos investimentos, e logo depois vieram a adentrar novos motivos: Preço da farinha, açaí, direito ao passe livre para estudantes... Protestos contra a copa do mundo. Ouviu-se falar até em Impeachment.

Vamos aceitar, protesto por protesto pode não dar certo.

Grandes conquistas vieram quando o povo decidiu sair as ruas e se manifestar... Tiraram presidente, mudaram a situação de um país, até um sistema; conseguiu-se uma meia passagem a estudantes. E estamos diante de uma das maiores das últimas décadas que tinha tudo para fazer uma grande mudança e ainda tem, porém está na hora de muitos acordarem novamente e começarem a deixar a utopia de lado.

Pergunto: Para que o vandalismo?


Protesta-se contra o mau uso do dinheiro público e se quebra aquilo que é público, isso pode ser considerado como plena falta de bom senso e pura irresponsabilidade. E não se pode condenar quando tais minorias vândalas são punidas.

Perguntam-me: Você é a favor das manifestações que estão ocorrendo por todo o Brasil?

Quem seria tolo o suficiente para dizer “não”? Afinal, tais manifestações são fruto de todas as nossas frustrações sociais; como queremos que o Brasil melhore? Ele só vai mudar se fizermos algo.Contudo, não dá para aceitar ideias tão sem lógica, e motivações tão cheias de falta de fundamento.

Queremos melhor investimento na saúde, educação, etc... Coisas que não se resolvem do dia pra noite, e, muito menos lançando pedras.

Esta mais que na hora de haver um consenso e se preparar uma ata com tudo aquilo que reivindicamos. Esperar, e, sim, cobrar que vejamos as mudanças.

Cada dia que passa as manifestações começa a perder o sentido; antes era pelo aumento da passagem, que já foi resolvido em São Paulo, e agora de imediato o que queremos que os governantes façam? Se isso não for respondido ir para rua será perda de tempo, poderá até acontecer de nada mudar.

Por Jônatas Amaral

You Might Also Like

0 comentários