[RESENHA] Mylo Xyloto: Belo, Sofisticado e Criativo

quinta-feira, maio 16, 2013



“Mylo Xyloto” (Gravadora Parlophone, Outubro de 2011) é o quinto álbum da banda britânica Coldplay. Do titulo ao último acorde, “Mylo Xyloto” nasceu como um álbum conceitual; o quarteto britânico (composto por Cris Martin, Guy Berryman, Jonny Buckland e Will Champion) queria que este 5º disco fosse mais acústico, mais intimo que seu antecessor.
Questionado certa vez sobre este trabalho, Cris Martin, vocalista  do grupo respondeu: “É sobre amor, vício, TOC, fuga e trabalhar para alguém que você não gosta”. Em outra ocasião, Martin afirmou:  “Ele baseado em uma história de amor com um final feliz”. Mylo Xyloto pode, então, ser definido da seguinte maneira: uma história boa de ouvir.

As 14 canções que compõem o disco, apesar de diferentes/impares, juntas nos fazem imaginar lindas histórias de amor, coragem, fé ou sobre qualquer coisa que nossa imaginação puder alcançar a partir daquilo que está sendo contado. As melodias e as letras deste álbum nos dão essa oportunidade de estimular a imaginação, pois apesar de cada canção ter sua mensagem própria, os compositores deixam-nos “brechas” para que possamos completa-las usando nosso poder de criatividade.
Criativo. Talvez seja essa uma das grandes qualidades deste disco. São poucas as bandas que conseguem produzir um trabalho original,  sem perder a sua essência, seu estilo (neste caso um ótimo Rock alternativo) e se superar. Coldplay em “Mylo Xyloto” consegue isto.
Cinco canções se destacam nesse álbum, e se sobressaem pelo fato de trazerem essa criatividade e superação da banda. A primeira delas é “Paradise”, uma das mais lindas e singulares músicas de Coldplay; envolvente, emocionante, traz um refrão de fácil memorização, mas sem ser enjoativo. “Charlie Brown” é uma canção que traz marcas já conhecidas da banda, mas com toques muito mais sofisticados. “Every teardrop is a waterfall” foi o primeiro single do álbum divulgado, e se destaca por sua melodia e letra marcantes; Coldplay supera-se na canção “Princess of China”, que tem participação da cantora Rihanna, em que a banda mistura a melodia criativa de seu rock alternativo ao pop/rock de Rihanna. A quinta seria a música “Up with the birds”, canção esta que fecha o álbum e traz o desfecho de uma linda história que será que teve verdadeiramente um fim? O compositor permite que a imaginação de cada ouvinte responda; é isto que faz dela única.

Não se pode deixar de citar o encarte/capa do álbum que foi produzido sob a direção de Tappin Goftan; colorida, repleta de grafites, traz uma representação das maiores qualidades do álbum “Mylo Xyloto”: beleza, sofisticação e criatividade.
De Jônatas Amaral

You Might Also Like

0 comentários

DIA DO ESTUDANTE AMAZON